SindGESTOR - Sindicato dos Gestores Governamentais de Goiás

Ir para página inicial

Comunicação

Notícias

A armadilha das médias e o salário dos servidores públicos - Artigo Eduardo Aires

Em artigo publicado no jornal A Redação, o presidente do SindGESTOR, Eduardo Aires, defende que a falta de cuidado ao avaliar os salários dos servidores públicos por meio de médias salariais, gera informações erradas e termina criando uma falsa realidade a respeito dos salários praticados no serviço público.

Leia o texto completo abaixo, ou o post original no Jornal A Redação:


A armadilha das médias e o salário dos servidores públicos

Goiânia - O Brasil tem uma peculiaridade: é um país em que os trabalhadores têm a certeza de que ganham pouco - e a comparação com outros países comprova o fato. Por outro lado, o empresário afirma que a despesa com folha de pagamentos sufoca qualquer empreendimento - o que também pode ser confirmado por dados empíricos.
 
Isso é possível em razão da grande carga incidente sobre a folha de pagamentos. Para o trabalhador que negocia receber R$ 1 mil, ao final do mês, com grande decepção, constata que o liquido será de “apenas” R$ 920. Por outro lado, o empregador também não desembolsou “apenas” R$ 1 mil; a conta para ele foi de aproximadamente R$ 1.280 - quase 40% de diferença.
 
Ocorre que membros da iniciativa privada se esquecem, ao analisar a folha de pagamentos da administração pública, que lá a dinâmica é um pouco diferente. O trabalhador receberá pouco e o empregador irá pagar muito, mas na prática o próprio governo recebe os valores que são descontados e, por razões contábeis, apresentam os valores cheios.
 
Um exemplo é que o Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF), que fica para o ente federativo empregador – o que em alguns casos chega a 27,5% do salário; na administração estadual, o servidor já paga 14,25% de previdência. Ou seja, o servidor, dependendo da remuneração, põe no bolso menos que 60% da remuneração que está no papel. Na outra ponta, o Estado desembolsa 28% a mais que o que está no papel.
 
Existem distorções severas na folha do Estado de Goiás. Mas elas não são visíveis a olho nu, muito menos quando utiliza-se médias para avaliar o problema. Utilizar-se de médias é uma armadilha para quem recebe pouco, ao mesmo tempo em que torna invisível privilégios que se multiplicam no serviço público.
 
Avaliemos  um caso hipotético, em que existam onze servidores públicos, dos quais 10 recebam subsídio de R$ 1 mil. Mas um deles tem um cargo diferente ou, naquele período, ganhou uma ação na Justiça e, em razão disso, recebe R$ 100 mil (sim, existem casos em que, por decisão judicial, um servidor recebe muito mais que o padrão remuneratório de sua categoria). O político mal informado (ou mal intencionado) dirá que a média salarial daquele grupo é R$ 11 mil. Em razão disso, propõe uma lei para diminuir em 10% a remuneração dos servidores. Sem conhecer o caso concreto, a população apoia a ideia, afinal de contas R$ 10 mil é uma média salarial acima da praticada no mercado.
 
Aqueles que ganham R$ 1 mil terão seu salário cortado linearmente, passando a receber menos que um salário mínimo. E assim proliferam-se no Brasil as notícias sobre remuneração dos servidores públicos escritas por pessoas que não têm a menor noção da dinâmica da Administração Pública; fomentadas por autoridades que confirmam “obviedades” doces aos ouvidos e que fazem parecer que a administração pública é formada por um punhado de incapazes que não têm condições ou vontade de resolver problemas que são simples.

*Eduardo Aires Berbert Galvão é Gestor Governamental especialista em Planejamento e Orçamento, presidente da Fenagesp e do SindGESTOR, membro do Conselho de Transparência Pública e Combate à Corrupção do Governo do Estado de Goiás, Mestre em Sociologia pela Universidade Federal de Goiás (UFG). 

Data : 23/11/2017

Fonte : Comunicação SindGESTOR -



O Popular destaca carreira dos Gestores Governamentais

O Popular destaca carreira dos Gestores Governamentais

 16/10/2018

Matéria publicada pelo jornal O Popular deste domingo, 14/10, fala sobre a carreira dos Gestores Governamentais e de como ela contribui para melhoria e eficiência da gestão pública. O texto diz que o Gestor Governamental é o servidor responsável pelo [...]




Gestor representa Goiás no V Fórum de Processos, em MS

Gestor representa Goiás no V Fórum de Processos, em MS

 13/09/2018

 Comunicação SindGESTOR

O gestor governamental de Tecnologia da Informação Marcelo de Jesus Lima representou Goiás no V Fórum de Processos de Mato Grosso Sul (MS), realizado em Campo Grande no último dia 11. O Fórum é um evento para dialogar sobre gestão e [...]


I Ciclo de Palestras é destaque na coluna Giro

I Ciclo de Palestras é destaque na coluna Giro

 11/09/2018

 Comunicação SindGESTOR

O primeiro encontro do Ciclo de Palestras em Gestão Pública, que será realizado nesta quarta-feira (12/9), a partir das 8h, no Senac Cora Coralina, foi destaque na coluna Giro, do Jornal O Popular, desta terça-feira (11). O evento tem o objetivo de contribuir [...]


SindGESTOR lança campanha com foco nas eleições

SindGESTOR lança campanha com foco nas eleições

 24/08/2018

 Comunicação SindGESTOR

Ciente da importância do processo eleitoral e seu impacto na sociedade, o SindGESTOR deu início, nesta semana, a uma campanha em favor da qualidade das discussões dos grupos políticos em nosso Estado. Acreditamos que quando o cidadão é o foco do [...]




Gestoras recebem comenda Ordem do Mérito Anhanguera

Gestoras recebem comenda Ordem do Mérito Anhanguera

 25/07/2018

 Comunicação SindGESTOR

  As gestoras governamentais Samira Jorge, superintendente da Controladoria Geral do Estado (CGE), e Idelma Rodrigues, diretora-geral da Organização Das Voluntárias de Goiás (OVG), receberam nesta terça-feira (24/7) a comenda Ordem do Mérito [...]


NOTA DE FALECIMENTO

NOTA DE FALECIMENTO

 04/07/2018

Morreu nesta terça-feira (03/07), em Goiânia, a gestora governamental Sandra Nishi. Sandra era gestora de Finanças e Controle e estava lotada atualmente na Controladoria Geral do Estado (CGE). O velório está sendo realizado desde a madrugada no [...]




Festa dos Gestores 2018 será dia 23 de junho

Festa dos Gestores 2018 será dia 23 de junho

 12/06/2018

Comemoramos mais um ano da carreira dos Gestores Governamentais em Goiás e temos muito a celebrar. Neste ano, a comemoração será no próximo dia 23, no horário de almoço, no Green Place Festas e Eventos. Aproveitando o clima da Copa do Mundo, este [...]


Gestor conclui mestrado em administração pública

Gestor conclui mestrado em administração pública

 08/06/2018

Identificar determinantes da criminalidade, analisando indicadores sociais que apontam o movimento e a tendência da violência, propondo ações governamentais eficientes que impactam a Segurança Pública. Esse foi o objetivo da dissertação de [...]